CHAMOA santa maria da feira

Bem-vindos

Bem-vindos - CHAMOA

Châmoa ““- Vai então para o castelo da Feira.” Disse Afonso Ela virou-se para ele. Os olhos brilhavam-lhe numa estranha mistura de fúria e triunfo. Afonso perguntou-se : porquê, triunfo ?! - Sim , vem ter comigo á Feira. – Châmoa soava como se estivesse á beira de um ataque de riso. – Mas só depois de vires de Braga. Antes disso, não te quero ver! Ele levantou-se e foi ao encontro dela. - Meu amor, eu ... - Não! Lançou a palavra com tal furia, que ele logo estancou. - Estás cansado, vai-te deitar ... no teu aposento real ! ... Afonso resolveu fazer-lhe a vontade... - Muito bem, será como desejas. Mas prometo-te : passaremos dias de felicidade na Feira. Châmoa respondeu. - Se me prometes ...”” (Afonso Henriques-O Homem, Cristina Torrão ,2009) Chamoa Gomes Diz-se que na primeira vez que D. Afonso visitou Chamoa encontrou a com uma marca no dedo. Diz-se que como era hábito Chamoa nos seus passeios matinais teria no dia anterior encontrado uma silva onde apanhou a amora silvestre perfeita. Ao apanhar a amora tinha se picado e segundo o curandeiro para sarar tinha que embeber a amora numa bebida. Depois de contar a D. Afonso esta história, decidiram beber o liquido e partilhar a amora como sinal do seu amor incondicional.. Consta que se beijaram como se fosse a primeira vez e amaram como se não houvesse amanhã Terá sido com esta alma imensa que Afonso, partiu para fundar o reino. Diz-se que todos os enamorados à época passaram a vir á terra de santa maria, para se encantarem com tal sabor e sob o código de “chamoa” pediam a bebida. Diz se que beijavam como se fosse a primeira vez, amavam como se não houvesse amanhã. Diz-se.....

O Inicio

 - CHAMOA

 - CHAMOA

 - CHAMOA